sábado, 28 de agosto de 2010

Tempo

Tempo é o que manda na gente. É o que mostra o final da história. O começo. E nós não podemos fazer nada pra mudar isso. Somos todos prisioneiros do tempo. Enquanto você lê isso ele tá passando. Ele tá te controlando e você num sabe. Enquanto vc tivé aqui, será prisioneiro dele. É questão de tempo, é questão de tempo... Tudo 'questão de tempo'. Todas as perguntas são feitas pelo tempo, e também respondidas por ele.
Ele pode ser bom pra você, ou mau, muito mau. E adivinhe quando ele se revelará? (entre vilão ou mocinho) Com o tempo! É outra 'questão de tempo'.
Tempo... Esse pode ser outro nome pra se referir à Deus, quem sabe?
Tudo o que você fizer, sentir, tudo nessa vida, será propriedade dele, só dele e de mais ninguém.
Aí ele passa. (a parte ruim) - Chega a parte boa. Você pensa que está livre, já esperou seu tempo e que agora é a parte boa. Errado, assim como a parte ruim é temporária, a parte boa também é. É como um ciclo que se repete a vida toda, entende? É porque o tempo enjoa. Enjoa das mesmas coisas, pessoas, objetos, construções... Tudo. Egocêntrico! Deixa tudo pra trás, sem se preocupar com ninguém! Mas isso não quer dizer que não tenha arrependimentos: às vezes, traz algo de volta, inexplicavelmente. Tempo é o grande imperador dessa vida. Não queira ser inimigo dele. É claro que você acabou de pensar 'claro que não', 'como assim?', 'como eu me tornaria inimigo do TEMPO?!'. Reflita. Dica: ato.

Daniel Do Vale, 2010